Estrela - Em Busca do Amor Eterno Impresso em 2014!

00:00


Depois de tanta gente me perguntar quando seria o lançamento físico de Estrela - Em Busca do Brilho Eterno e eu me esquivar sem resposta, chegou o momento de anunciar que este dia está muito próximo! Como todo mundo sabe, este romance épico - em um único volume - é minha história preferida e meu último lançamento, publicado em formato digital na Amazon.

Depois da série mística Os Qu4tro Elementos e do romance hot Insensatez - com Gisele Galindo - chegou a vez de mais um livrinho ganhar forma! O mais legal é que a capa do livro teve a participação de todos que me seguem pelas redes sociais. Postei a capa e a sinopse e opiniões valiosas deram o toque final a esta obra magnífica que é meu orgulho como autora.
Vocês também sabem que algumas pessoas tiveram o privilégio de lê-lo enquanto eu ainda escrevia, durante árduos oito meses de muito trabalho. Pela contribuição dessas pessoas, na capa do livro incluí trechos das opiniões deles, que posto aqui na íntegra para vocês conhecerem o que esses três betas readers acharam da obra.

"Estrela é uma obra-prima onde magia, fantasia e romance se entrelaçam numa trama digna dos céus. Tenho certeza de que nesse momento, está sendo ovacionada pelos deuses... e espero que eles abram os seus caminho, porque essa obra merece.
Linda, eu amei o final do livro. Não foi surpreendente, mas me tocou fundo, de uma maneira que só um livro escrito com paixão pode alcançar. A história como um todo é belíssima e o enredo nos embala, nos carrega pelo tempo-espaço de forma transcendental. Sério, você foi inspirada pelo divino, só pode.
Parabéns por mais essa conquista. Sei bem o quão difícil foi escrever essa história." - Vanessa Bosso, autora do sucesso A Aposta.

"Bom, terminei de ler o livro e antes de fazer minhas básicas e humildes considerações, visão de um mero leitor e aspirante a escritor, gostaria de defini-lo em uma palavra: FANTÁSTICO! 
O final do primeiro capítulo é perfeito, dá uma vontade enorme de virarmos a página (no meu caso rolar o cursor) e continuar a leitura e assim continuamos pelo livro inteiro e, acredita, a cada página a vontade de não parar de ler é muito grande.
Entramos de cabeça naquele reino que, por sinal, é perfeito. Deparamo-nos com Eliano, um personagem singularmente perfeito que (para mim) é a melhor construção do livro. Muitos personagens que talvez sejam importantes me soaram apenas coadjuvantes, mas você transforma tudo em uma obra-prima singular. Quando começamos a ler o livro é como se tivéssemos acabado de pegar um livro de algum escritor norte-americano, além da ambientação fantástica e futurista você nos apresenta uma narrativa que não é qualquer autor nacional que tem.
Sua narrativa está esplendorosa às vezes leve, outras mais fortes, mas que no contexto geral soa como uma obra de arte em palavras. Minhas partes favoritas são narradas em primeira pessoa, a leitura fluía tão rápida que parecia mais um flashback.
Das três partes fico com a terceira, você me disse que era pesada, mas achei um pesado bom, você deu uma liga que o livro realmente precisava para que pudéssemos ter seu desfecho. O livro começa engatinhando para andar e explodir no final, achei isso magnífico e justifica toda a lentidão do comecinho que, nessa altura do campeonato, não é mais lembrado. 
Estrela é um livro para lermos com a imaginação aberta nos deixando envolver por cada espacinho daquele reino, nos deixando angustiados por cada ação do Eliano e os acontecidos de Áster. É um livro juvenil para todas e qualquer idade e ainda vem com uma pitada de “adultismo”. Quando acabei de ler o livro simplesmente veio um termo em minha mente: Estrela é um livro Fantástico-Romântico. Risos. É singular e, sem dúvida, o melhor livro da literatura nacional, fantástica, que já li. Não, não estou te bajulando eu poderia simplesmente fazer uma resenha dizendo que foi um livro bom e só, mas estaria mentindo para você, pois não foi isso realmente que senti. Depois de Harry Potter nenhum mundo (tirando Lyra) me envolveu tanto quanto o criado por você; Áster. Sinceramente, Josy? Se você um dia sentasse para criar uma saga de fantasia, como Potter, Crepúsculo, Percy e afins, sairia uma obra-prima clássica. Sua imaginação vai além do comum, sua escrita é divina e você já é uma autora grandiosa. 
Quero lhe agradecer pela oportunidade que me deu de ler esta joia e aproveitar para lhe parabenizar pela obra incrivelmente perfeita. Parabéns por ter se tornado essa autora INCRÍVEL e escrever de forma magnífica. Estrela não é um livro qualquer para lermos e deixarmos na estante, Estrela é um legado, Estrela é majestade condensada em literatura. Parabéns novamente e MUITO, mas MUITO mesmo, sucesso." - Lucas Borges autor e administrador da página Rascunhos de um Jovem.


"A noite caiu e tocou aquela face da ilha lentamente como uma carícia. O vento trazido pela maresia agitava as longas e pesadas cortinas do castelo, seu brilho ofuscado pela escuridão. Em um dos quartos, o ancião tomava nos braços a vida que chegava ao mundo naquele instante fugaz. Uma névoa colorida repleta de pontos brilhantes envolvia a pequenina. - Prólogo, Livro 1: Nebulosa
É assim que se inicia uma das melhores obras nacionais da década! Não sei nem como começar direito essa resenha, por que a emoção de ter sido um dos leitores betas é tamanha e me deixa eufórico! Hehe... Enfim, quando Josy Stoque (autora da saga Os Qu4atro Elementos, sob o pseudônimo de Josy Tortaro) me contou resumidamente sobre a história, de cara eu me envolvi e até a ajudei em alguns pontos, modéstia parte. De início achei que não seria nada demais, que leria o livro depois de pronto, mas então um dia ela simplesmente falou que eu era um dos betas. Oi? Eu, beta de Estrela? Ahhhh!
Continuando...
Acompanhei o desenvolvimento dessa obra por meses, pirando e surtando a cada capítulo. E digo: acho as duas primeiras partes as melhores! Não que a terceira e última seja ruim, longe disso. Mas é que as duas primeiras partes tem um quê que me fez reverenciar essa obra tão impressionante.

A escuridão sem fim a envolveu com seu manto denso. Suspirou ruidosamente calando a luz que ainda ousava brilhar em si. Era treva, dor e desesperança. - Capítulo 30, Livro 2: Buraco Negro
Estrela - Em Busca do Brilho Eterno é dividido em três partes: Livro 1 - Nebulosa; Livro 2 - Buraco Negro; e Livro 3 - Estrela Cadente. Em Nebulosa conhecemos um amor proibido que enfrenta a fúria dos homens e dos deuses - o melhor do livro, envolvendo-nos numa paixão arrebatadora. Buraco Negro mostra o reino de Áster, a ilha em que vivem os personagens dessa história, encontra-se em colapso pela proximidade de uma guerra; mas será só isso? Desejo, amores, revelações e mistérios... Ah! [Suspiro]. E, por fim, Estrela Cadente,narrando num tempo apocalíptico, em algum lugar do Brasil após o fim do mundo. Trata-se da trajetória de uma mulher em uma missão: encontrar a redenção para os asterianos. E isso será fácil? Hã... Não. Atália terá de passar por muitas provações e encontrar a aceitação num povo descrente. Vish!
Josy Stoque consegue engajar temas de grandes proporções como: contos de fada, romance e mitologia grega. Com certeza, um dos melhores nacionais do momento. Você não conseguirá desgrudar das páginas enquanto não terminar de ler Estrela. E digo mais, quem não ler estará perdendo uma grande obra e de cunho nacional, minha gente!

As asas batem com força. O animal sobe, sobe, sobe... E se transforma em uma constelação no céu enegrecido. - Capítulo 40, Livro 3: Estrela Cadente
Com isso encerro aqui minha humilde resenha e apresentação desse livro que promete arrasar e arrebatar muitos por aí - até mesmo aqueles que gostam de grandes batalhas e muito sangue! Kkk" - Elton Moraes, autor da série Crônicas de Onyx.

You Might Also Like

0 comentários

Curta a FanPage

Siga o Twitter

Adicione-a aos seus Círculos